sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Família de Rommel diz que novo filme é “mentira”

A família de Erwin Rommel disse que o novo filme sobre o lendário marechal é cheio de “mentiras” – e que o mostra como um criminoso de guerra.



Numa carta aos produtores em nome do Dr. Manfred Rommel, de 82 anos, filho do Marechal, a família atacou a produção do novo filme, dizendo que ela distorce a verdade sobre a Raposa do Deserto.

Quando se lê o script, pode-se ver claramente que o protagonista do filme é mostrado como um favorito, aproveitador e criminoso de guerra nazista. Isso simplesmente não é verdade. São mentiras”, diz a carta.

Rommel se tornou um dos generais favoritos de Hitler ao comandar com extremo sucesso o Afrika Korps em luta contra o 8º Exército inglês na campanha norte-africana.

Mas apesar de propagado como gênio militar pela imprensa alemã, ele já havia se desencantado com o Führer após receber ordens suicidas para seu exército, dizendo-lhe para lutar até o último homem, apesar das chances mínimas de vitória.

Eu reconheço que no começo ele apreciava Hitler por seu apoio ao exército, mas esse respeito se desfez após as ordens do Führer na Batalha de El Alamein”, continua a carta. “Ao desconsiderar a ordem por sua própria iniciativa, Rommel salvou muitas vidas”.

Catherine, neta de Rommel, também encontrou-se com os produtores, que começaram as filmagens na França no começo deste mês, para passar-lhes as preocupações de seu pai.

Tornando-se mais crítico de Hitler à medida que a guerra progredia, Rommel foi mais tarde implicado na tentativa de assassinato do líder alemão em 20 de julho de 1944. Preocupado que a execução de um comandante ilustre causasse perda de moral no exército, Hitler deu a Rommel a chance de suicidar-se e evitar o julgamento. Rommel assim o fez, em outubro de 1944.

Os produtores do filme defendem-se dizendo que Rommel teve uma relação ambígua com os nazistas, e que a produção deixará isso claro.

O filme mostra o conflito de Rommel entre seu envolvimento com o Terceiro Reich e sua crescente resistência a Hitler”, disse o produtor Nico Hofmann. “O roteiro foi baseado em meses de pesquisa com o apoio de grandes historiadores. Reunimos todos os achados recentes e relevantes sobre Rommel”.

Fonte: The Telegraph, 20 de setembro de 2011.


Comentário: "disse o produtor Nico Hofmann. “O roteiro foi baseado em meses de pesquisa com o apoio de grandes historiadores. Reunimos todos os achados recentes e relevantes sobre Rommel”.",  pesquisou todos menos os familiares como o filho ainda vivo. É assim que fazem filmes que depois viram "documento histórico".

Abraços

2 comentários:

  1. Em tempos de guerra, um homem voltado lealmente a sua pátria, acaba muitas vezes se envolvendo em fatos, ordens e ações contrarias à sua vontade e opinião. Mas principalemte aquele que serve ao exercito, aprende que tem que obedecer ordens e fazer seu melhor. Rommel era o melhor. Mas acabou percebendo que estava tudo errado e que Hitler e o nazismo nada tinham com as verdades que ele Rommel acreditava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rommel ficou mundialmente famoso por sua intervenção na África do Norte entre 1941 e 1943, no comando do Afrika Korps, um destacamento do exército alemão destinado a auxiliar as forças italianas que então batiam em retirada frente ao exército britânico. Por sua audácia e domínio das táticas de guerra com blindados, granjeou o apelido de "A Raposa do Deserto" e entre os árabes como "O Libertador".

      Poucos o conhecem como "O Libertador" e libertava os árabes de quem? De deixarem de ser colônias francesas e inglesas. Essa informação não é muito "interessante" para os Aliados que se auto-propalavam de "libertadores". O Leste europeu pós-guerra e o Muro de Berlim que o digam.

      Excluir

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário."
George Orwell

"Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador."
Eduardo Galeano

Desejando, expresse o seu pensamento do assunto exposto no artigo.
Agressões, baixarias, trolls, haters e spam não serão publicados.

Seus comentários poderão levar algum tempo para aparecer e não serão necessariamente respondidos pelo blog.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

Agradecido pela compreensão e visita.