quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

Os Protocolos dos Sábios de Sião são verdadeiros ou falsos?

Afinal, os Protocolos dos Sábios de Sião são verdadeiros ou falsos? Uma análise histórica.


Os protocolos normalmente são apresentados como tendo sido obra da polícia do Czar russo (Okrana) para justificar os pogrons contra a judiaria russa de antanho. Por outro lado o livro é marcado negativamente pela sua associação com o nazismo visto como base da propaganda antissemita de Hitler. De modo que com frequência os órgãos de mídia, assim como professores de história costumam apresentar o texto como falsificação grosseira satanizando qualquer um que se ponha a ler a obra ainda que por mera curiosidade histórica. O objetivo aqui é mostrar que os protocolos, na verdade, gozam de autenticidade e que se conectam com a forma mentis judaica tal como expressa no Talmud, por exemplo e que a divulgação da obra não tem caráter racista mas sim política na medida em que chamava a atenção para um projeto de poder político que punha em xeque o princípio das nacionalidades.

Para isso situemos a questão: em 1934-35 um tribunal reunido em Berna, julgou que os protocolos eram falsos e que, portanto, não havia nenhum plano de elites sionistas para o domínio através do uso das instituições democráticas liberais do ocidente assim como pelo uso do comunismo marxista, com base no exposto pelo documento. A decisão ocorreu num contexto em que jovens foram acusados de espalhar literatura imoral e julgada por um juiz de primeira instância, de alinhamento marxista, portanto alguém diretamente interessado na sentença. Inicialmente essa operação judiciária contra a obra foi tentada no Cairo, Egito, mas o tribunal não concedeu a sentença desejada pelos sionistas. O movimento sionista, então, pagou os melhores advogados para assegurar a sentença e o jornal judeu “Jewish Daily Post” de 28 de abril de 1935, um dia antes do julgamento, decretava que o “ não se trata mais de provar ou refutar as acusações, ESTE CASO JÁ ESTÁ RESOLVIDO O QUE SE TRATA AGORA É PREPARAR UMA PUBLICIDADE ENORME SOBRE A REFUTAÇÃO... O QUE SE PODE CONSEGUIR COM O APOIO DAS ORGANIZAÇÕES JUDAICAS”.

Cabe dizer que os sionistas puderam apresentar quantas testemunhas quiseram no processo enquanto os rapazes, embora tenha arrolado 36 só puderam apresentar uma! Uma das testemunhas do lado sionista foi o hebreu Trebish Lincoln que tinha sido parlamentar inglês expulso da câmara inglesa por ter enriquecido de forma escusa no setor petrolífero; depois acabou preso nos EUA e solto foi parar na URSS donde foi mandado para a China onde deveria fomentar o movimento comunista. Isso revela bem a qualidade das testemunhas do lado judeu!

A tese da falsidade dos protocolos tomou corpo com uma matéria publicada pela revista Times dos USA em 1921. A revista alegava que um correspondente em Constantinopla recebera dum russo refugiado um panfleto intitulado “Diálogo nos infernos entre Maquiavel e Montesquieu” de autoria dum tal de Maurício Joly que teria servido de base aos protocolos. Joly, segundo alguns era um republicano e não poderia estar envolvido na produção dos protocolos de modo que a Times bateu o veredicto: foram três policiais russos os autores dos protocolos plagiando a obra de Joly. Porém Joly não era seu verdadeiro nome e sim Moses Joel, como informam as memórias de René Mareuil, que mostra como ele se envolveu com Isaque Cremieux, chefe da Aliança Israelita Universal, depois com os comunistas, tendo se suicidado em 1878. Foi o judeu Gambetta que fez sua oração fúnebre. Portanto os diálogos de Joly foram a prévia da qual a judiaria sionista se valeu porque já era um documento que circulava nestes meios.

Em 1935 como noticiado pelo jornal dinamarquês Berlingske Tidende, de 8 de dezembro, houve uma festa na sede da sociedade do artesanato promovida pela fundação sionista Keren Hajesod, no qual o judeu Samuel Besekow, recitou o poema “o judeu pacificador” escrito pelo judeu Luiz Levy. O poema traz o seguinte:

Os tempos chegaram e só uma coisa importa

Que manifestemos o que somos

Uma Nação entre as nações

Os príncipes do Ouro e da Inteligência

...As multidões estremecerão ouvindo a sabedoria dos judeus

...Os judeus e fixaram nas glândulas da moderna comunhão dos povos…

As glândulas são as bolsas, os ministérios, os jornais, as comissões...

Jerusalém será nosso papado

Jerusalém será como uma aranha tecedeira

Seus fios de ouro envolverão o mundo!

Esse poema contém, em resumo, o que dizem os protocolos e constitui prova cabal da sua autenticidade. As escusas das elites judaicas sobre tais planos são farrapos intelectuais: intolerância racial e religiosa. Mas perguntem se o judeu se mistura, se cruza racialmente com outros povos? Via de regra não. Os judeus seguem o preceito da pureza do sangue e condenam casamentos mistos. Em Israel – que se define como Estado Judaico – se pratica a franca discriminação religiosa e racial. Os sionistas consideram a identidade judaica como algo à parte do resto da humanidade. Na universidade de Tel Aviv, há laboratórios que pesquisam desesperadamente o DNA judeu para provar que os judeus são um povo-raça superior que partiu há dois mil anos da terra que se chama Israel, passando por Moscou e fazendo outros percursos até retornar à Palestina. Os sionistas definem o Estado israelense não como o Estado de seus cidadãos mas dos cidadãos judeus. Nem por isso jornalistas ou historiadores mainstream pedem uma condenação internacional, boicote ou embargo ao Estado de Israel.

Aliás, mesmo os sionistas relativizam a acusação levantada nos Protocolos. No jornal judaico “American Hebrew” de 30 de novembro de 1934, página 58, temos um editorial sobre o processo de Berna nos seguintes termos:

“A questão da autenticidade dos protocolos é de mínima importância e só pode interessar aos historiadores. Se tal autenticidade se provasse o que isso significaria? Que um povo tem anseios de domínio mundial? Mas qual povo que não teve esse sonho em alguma fase de sua história? POIS BEM, ADMITAMOS QUE ALGUNS CHEFES DE ISRAEL TIVERAM ESSA IDÉIA? POR QUE NÃO? “


Na época da aparição dos protocolos era conhecida a fórmula messiânica do Rabino Kauffmann Kohler que, no seu livro “Teologia Sistemática do Judaísmo”, página 290 dizia que o título de Messias fora conferido ao Povo de Israel o que significa que caberia a ele governar o globo.

Na mesma linha o judeu Henri Barbusse escreveu o texto “Jesus” em que celebrava um Messias Hebreu que:

“apascentaria as nações com cajado de ferro, espalhando a peste e matando os ricos”

Numa Revolução que instalasse Israel na cabeceira do mundo.

Interessa lembrar que em 1935 o editor judeu da Groschen Bibliotek de Varsóvia, pôs a venda em Vilna, na Lituânia, um exemplar dos protocolos em língua ídiche. Por que os judeus que processaram os rapazes suíços não fizeram o mesmo com seus compatriotas?

Quanto as provas documentais da origem hebréia dos protocolos elas são contundentes. O judeu Bernstein, editor da Free Prees de Detroit, USA, declarou na presença de Willian Cameron que leu os protocolos em hebraico em Odessa no ano de 1895. Segundo consta foi um judeu traidor que fez chegar os protocolos na mão da Okrana via Justina Glinka, filha dum general russo que teria comprado uma cópia dele por 2.500 francos de José Shapiro, hebreu membro da Loja Maçônica Mizraim. Quem recebeu a obra foi o General Cheverin que nunca a mostrou ao Czar. O documento só foi descoberto em sua casa após sua morte. O professor Nilus é quem mandou editá-lo e publicá-lo em 1901. Provavelmente os protocolos de Nilus – que é o texto que nos chegou – são uma mistura do documento de Joly com o que circulava em Odessa junto com as conclusões do congresso sionista de 1897, na Basiléia, Suíça, onde foram lançadas as bases do movimento sionista internacional. Sukotin, marechal russo, foi quem repassou a Nilus uma brochura que teria sido roubada dos documentos sionistas que ficavam guardados num cofre da Alsácia. Sobre isso há uma reclamação feita por Herzl, na “Circular da comissão sionista”, datada de 1901, sobre o desaparecimento de papéis da organização.


Os protocolos passaram desapercebidos do debate público até que a revolução bolchevique de 1917 acontecesse. A busca por uma explicação para o fato levou muitos a ver nas táticas usadas pelos marxistas uma analogia com o que se expunha nos protocolos. Publicações dos USA como o Morning Post e a Times dos chegaram a dedicar matérias extensas ao tema. Inclusive a Times em maio de 1921 alertou para o possível caso de o mundo ter escapado duma pax germânica para cair numa pax judaica. Só em agosto do mesmo ano mudou de opinião dando a entender que o documento seria falso. A alegação da revista de que a descoberta do documento fornecido por um russo foragido se deu por acaso é completamente inverossímil: como uma descoberta dessa acontece justamente no ápice dos debates sobre os protocolos? Um acaso oportuno não é acaso nem coincidência. O fato é que o nome desse russo é desconhecido enquanto os nomes dos que receberam os pergaminhos dos protocolos são conhecidos o que permite o exame e a análise: se alguém quisesse, deliberadamente, falsificar uma narrativa o ideal seria jamais dar nomes que permitissem uma investigação desmentindo tudo. E ainda é preciso que se diga que os documentos entregues a Times são os alfarrábios de Joly, na verdade Moses Joel, que era ligado a Aliança Israelita. Para onde quer que se corra fica demonstrada a verossimilhança do documento. Aliás lembremos que o professor Nilus foi torturado pela Tcheka, polícia secreta soviética por ter publicado os protocolos e que seus exemplares foram queimados pelos bolcheviques em 1917. Um documento falso, sem bases, que demanda que seus divulgadores sejam torturados, perseguidos, calados, processados? Por que tamanha ânsia em impedir que ele venha a tona se não tem fundamento? Uma mentira com pés de barro não tem perigo algum. Alguns poderiam dizer que esta mentira é perigosa pois traria, caso fosse crida, uma renovada perseguição aos judeus. Ora, nenhuma mentira em estado puro convence. É PRECISO QUE ELA ESTEJA MISTURADA COM VERDADES. Quais seriam as mentiras e as verdades dos protocolos? As forças que controlam a sociedade não querem que isso seja examinado e para isso usam expedientes de força. Queiram ou não, todas as vezes que uma histeria coletiva toma conta de setores interessados em impedir a leitura e o exame dos Protocolos é como se ficasse provado o plano que eles expõem.

Fonte: https://catolicidadetradit.blogspot.com/2020/10/afinal-os-protocolos-dos-sabios-de-siao.html#comment-form

Já sabe a resposta?

Abraços

64 comentários:

  1. Cheget, a maleta nuclear russa

    A Cheget (russo: Чегет) é uma “maleta nuclear” (em homenagem ao Monte Cheget em Kabardino-Balkaria, Rússia) e uma parte do sistema automático para o comando e controle das Forças Nucleares Estratégicas da Rússia (SNF) chamado Kazbek (Казбек, após Monte Kazbek).

    A cheget foi desenvolvida durante a administração de Yuri Andropov no início dos anos 1980. A mala foi posta em serviço assim que Mikhail Gorbachev assumiu o cargo de secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista da União Soviética em março de 1985.

    Ela está conectada ao sistema de comunicações especiais de codinome Kavkaz (Кавказ, em homenagem ao nome local da região do Cáucaso), que “apoia a comunicação entre altos funcionários do governo enquanto eles estão tomando a decisão de usar armas nucleares, e por conta própria por sua vez, está conectado ao Kazbek, que abrange todos os indivíduos e agências envolvidos no comando e controle das Forças Nucleares Estratégicas.”

    O presidente russo tem uma cheget à mão o tempo todo. Em geral, presume-se, embora não se saiba com certeza, que as maletas nucleares também são entregues ao Ministro da Defesa e ao Chefe do Estado-Maior Geral. O Estado-Maior recebe o sinal e inicia o ataque nuclear por meio da passagem de códigos de autorização para complexos de lançamento de silo de mísseis/submarinos de mísseis balísticos ou lançando remotamente mísseis balísticos intercontinentais baseados em terra individuais/mísseis balísticos lançados por submarino.

    Em 25 de janeiro de 1995, no incidente do foguete norueguês, a cheget foi ativada em resposta a um foguete de sondagem de quatro estágios Brant XII identificado incorretamente, lançado por cientistas noruegueses e norte-americanos; foi a única vez que uma maleta nuclear foi ativada em preparação para um ataque.

    https://www.forte.jor.br/2021/01/17/cheget-a-maleta-nuclear-russa/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2 holocaustos verdadeiros: o financeiro e o alimentar ...

      “No Santander, na Espanha, o cheque especial chama-se overdraft e é de 0% até 6 meses e 5 mil euros, o que dá pouco mais de 30 mil reais. Aqui no Brasil, eles cobram taxas absolutamente escandalosas, acima dos 150% e te dão 12 dias. Isso aqui gerou uma bolha de sistema de exploração através do crédito que é única no mundo. A financeirização é planetária, mas essa situação grotesca é apenas brasileira”, afirmou.
      https://auditoriacidada.org.br/juros-elevados-no-brasil-causas-e-consequencias-prof-ladislau-dowbor/
      ------------------------
      Agrotóxicos e o impacto na saúde mundial:
      https://www.youtube.com/watch?v=Q4Vs_AhIbA8

      Excluir
    2. Focke-Wulf Triebflügel test at full power.
      https://www.youtube.com/watch?v=ePCNu2aV9O8
      --------------------------
      https://www.youtube.com/watch?v=FXR1ATSyvVQ Que capricho!
      Comentário de internauta:
      "Existe alguma exigência de que devemos ser infligidos com música de fundo ridiculamente pesada e sinistra? Ou é simplesmente o seu gosto estranho?"

      Excluir
    3. Demmin, pequena cidade alemã onde centenas de pessoas se suicidaram diante da chegada do Exército soviético
      https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2020/05/09/demmin-pequena-cidade-alema-onde-centenas-de-pessoas-se-suicidaram-diante-da-chegada-do-exercito-sovietico.htm
      ---------------------------
      https://www.uol.com.br/nossa/noticias/deutsche-welle/2021/03/17/austria-avalia-abrir-varanda-de-hitler-ao-publico.htm
      ---------------------------
      https://twitter.com/origivati/status/1369661679257128964 DEVERIAM PASSAR EM TODAS AS IGREJAS EVANGÉLICAS.
      ---------------------------
      O que os soviéticos planejavam fazer se os nazistas tomassem Moscou em 1941?

      Capital seria transferida para outra cidade e o metrô, demolido.

      Em meados de outubro de 1941, as tropas nazistas estavam se aproximando rapidamente de Moscou. As cidades soviéticas ao redor da capital estavam, uma a uma, caindo nas mãos do inimigo. Os alemães poderiam invadir Moscou a qualquer momento.
      https://br.rbth.com/historia/85139-que-sovieticos-planejavam-fazer-nazistas-tomassem-moscou

      Excluir
    4. Também penso que não valeria conquistar Moscou. Os soviéticos já tinham transferido toda sua produção bélica para o lado oriental dos montes Urais.

      Excluir
    5. O BOMBARDEIO DE DRESDEN = CRIME OU UM ATO DE GUERRA?
      https://www.youtube.com/watch?v=g6AnG27TrWc

      "Pelos frutos sereis conhecidos"

      Excluir
  2. BRASIL 2021 - QUEM PODERIA DESCONFIAR...

    Quem poderia imaginar que o capitão expulso do Exército, logo ele, tentaria formar uma milícia com a Polícia Militar, tirando o poder dos governos estaduais sobre ela?
    https://jornaldebrasilia.com.br/politica-e-poder/congresso-avalia-reduzir-poder-de-governadores-sobre-pm-e-policia-civil/

    Quem poderia desconfiar que o governo Bolsonaro, que apoiou o motim dos policiais no Ceará, criaria uma rede de comunicação com PMs de todo o país, oferecendo inclusive um curso gratuito com Olavo de Carvalho?
    https://piaui.folha.uol.com.br/policia-toma-o-poder/

    Quem arriscaria o palpite de que Bolsonaro, que formou uma equipe de governo com o maior número de militares num governo civil em todo o mundo, participa sistematicamente das cerimônias de formatura de cadetes e eventos comemorativos das polícias civil e militar com o intuito de reforçar sua ligação com essas corporações?
    https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2020-12/bolsonaro-participa-da-formatura-de-cadetes-da-aman

    Quem poderia supor que a tentativa de derrubar as portarias do Exército para controle e rastreamento de armas e o aumento triplo na permissão de compra de munição seria uma maneira de garantir a formação de uma milícia armada na eventualidade de um levante caso a situação “fuja de controle”?
    https://noticias.uol.com.br/colunas/reinaldo-azevedo/2020/04/27/rastreamento-de-armas-e-municao-bolsonaro-humilha-forcas-armadas-mpf-age.htm

    Quem jamais desconfiaria que o aumento de salários, os abonos e privilégios a policiais e militares e o orçamento recorde para o Ministério da Defesa pudesse ser uma forma de cooptar essa categoria com intenções pouco democráticas?
    https://www.bbc.com/portuguese/brasil-53969636

    Como poderíamos ter previsto que um ex-deputado, com tendências autoritárias e ligações explícitas com a milícia, pudesse estar com a intenção declarada de desrespeitar o resultado das urnas numa eleição presidencial?
    https://neofeed.com.br/blog/home/bolsonaro-e-mais-autoritario-do-que-qualquer-outro-lider-eleito-diz-autor-de-como-as-democracias-morrem/

    Quando é que poderíamos sonhar que o presidente, ele próprio eleito democraticamente, levantaria suspeitas sobre o processo eleitoral com a intenção de antecipar uma possível reação ao seu próprio revés eleitoral no futuro?
    https://oglobo.globo.com/brasil/antes-de-defender-voto-impresso-bolsonaro-ja-foi-favor-de-informatizar-eleicao-veja-historico-de-declaracoes-24828712

    Como poderíamos adivinhar que a única ação efetiva voltada para a educação nesse governo fosse o investimento em escolas cívico-militares?
    https://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,governo-quer-54-escolas-civico-militares-por-ano-ate-2023-bolsonaro-defende-impor-modelo,70002997979

    Como é que não desconfiamos de nada disso durante todo esse tempo não é mesmo? Eleições presidenciais 2022 estão logo ali espero sinceramente que dessa vez desconfiem do que é colocado como a salvação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livro traz mais uma pista de ‘golpe branco’ por Bolsonaro na eleição

      Publicado originalmente no site da CartaCapital

      POR ANDRÉ BARROCAL

      Na terça-feira anterior ao domingo da votação final na eleição de 2018, houve uma reunião no Tribunal Superior Eleitoral entre juízes da corte e o general então à frente dos órgãos de inteligência do governo, Sérgio Etchegoyen. A presidente do TSE, Rosa Weber, ainda hoje no cargo, havia sido xingada e ameaçada via redes sociais por um coronel bolsonarista, Antonio Carlos Alves Correia.

      Quando a reunião terminava, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, também ainda hoje no cargo, avisou os presentes que iria ao TSE e queria dizer uma coisas. O que ele falou ali é relatado em um livro que acaba de ser lançado com histórias da mais alta corte, Os Onze – O STF, seus bastidores e suas crises.

      “Toffoli descreveu um cenário sombrio”, escrevem os autores Felipe Recondo e Luiz Weber, ambos jornalistas. “Lembrou que o então comandante do Exército, general (Eduardo) Villas Bôas, tinha 300 mil homens armados que majoritariamente apoiavam a candidatura de Jair Bolsonaro.”

      O relato do livro é outro tijolinho em um enredo que um dia a História com letra maiúscula contará sobre o Brasil e eleição de 2018. Sobram pistas de que as Forças Armadas deram um “golpe branco” pró-Bolsonaro, emparedaram o STF para impedir a soltura e a candidatura de Lula, algo até hoje a desanimar muito lulista quanto à libertação dele, e não aceitavam a volta do PT ao poder.

      Em 9 de outubro de 2018, duas semanas antes de Toffoli falar no TSE dos 300 mil soldados, que é a tropa brasileira da ativa, um dos chefes da campanha de Fernando Haddad havia recebido um alerta. Todos os cardeiais do QG eleitoral petista estavam monitorados pelos órgãos de inteligência do governo, aqueles de Etchegoyen. Mais: Toffoli também estava, até havia um dossiê contra ele.

      Seria um dossiê abastecido com investigações ilegais da força-tarefa da Operação Lava Jato reveladas recentemente pelo Intercept?

      O alerta recebido pelos petistas foi relatado por CartaCapital na edição da revista que chegou três dias depois às bancas. A reportagem contava ainda que naquele momento circulava no gabinete de Toffoli no STF uma história espantosa.

      Quando Bolsonaro tomou uma facada, em 6 de setembro, altos oficiais haviam se rebelado e decidido ir às ruas. A ameaça de golpe era real. Como o então presidente Michel Temer não tinha autoridade moral para enquadrá-los, sobrou para Toffoli, que assumiria o comando do STF uma semana depois, descascar o abacaxi.

      Toffoli assumiu o comando da corte em 13 de setembro, tendo nomeado como assessor especial o número 2 do Exército na época, o general Fernando de Azevedo e Silva, que chefiava o Estado Maior do Exército. Era uma tentativa de ter um canal com o Exército. A indicação do general tinha partido de Villas Bôas, que era o número 1 do Exército, o chefe dos 300 mil bolsonaristas.

      Azevedo e Silva é agora ministro da Defesa de Bolsonaro. Villas Bôas é assessor especial do GSI, o órgão de inteligência do Palácio do Planalto.

      Autor de um artigo publicado em abril deste ano intitulado “Bolsonaro e os quartéis: a loucura com método”, Eduardo Costa Pinto, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), diz que o Exército pavimentou a vitória de Bolsonaro com um “golpe branco”, ao emparedar o Supremo. E que o maestro do golpe foi Villas Bôas.

      Costa Pinto observa que ao empossar Azevedo e Silva como ministro da Defesa, Bolsonaro reconheceu enigmaticamente quem merecia: “Meu muito obrigado, comandante Villas Bôas. O que nós já conversamos morrerá entre nós. O senhor é um dos responsáveis por eu estar aqui”.

      Ao deixar o comando do Exército para ser assessor especial da Presidência, Villas Bôas, hoje uma pessoa doente dependente de cadeira de rodas, disse publicamente ao presidente: “O senhor traz a necessária renovação e a liberação das amarras ideológicas que sequestraram o livre pensar”.

      Excluir
    2. “O Villas Bôas deu um ultimato no Bolsonaro numa conversa: ‘Só temos você’”, disse a CartaCapital um general aposentado. Tradução: só ele seria um candidato palatável para o que o Exército achava certo fazer no País.

      Para Costa Pinto, as manifestações públicas do general quando chefe do Exército, de 2015 a 2018, mostram que Villas Bôas impediu um “golpe clássico”, uma quartelada, com sua pregação de legalidade, de resolução eleitoral dos problemas do País. Mas foi “o grande armador” do “golpe branco” que levou Bolsonaro ao poder, ao agir para alijar Lula do páreo.

      Na véspera de o Supremo decidir sobre a soltura de Lula, em abril de 2018, Villas Bôas ameaçou o tribunal via Twitter. “Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais.”

      O general praticamente reconheceu a ameaça, em entrevista à Folha em novembro de 2018. “Ali, nós conscientemente trabalhamos sabendo que estávamos no limite. Mas sentimos que a coisa poderia fugir ao nosso controle se eu não me expressasse. Porque outras pessoas, militares da reserva e civis identificados conosco, estavam se pronunciando de maneira mais enfática.”

      Houve mais uma ação eleitoral digna de nota por parte Villas Boas. Quando o comitê de Direitos Humanos da ONU defendeu a candidatura de Lula, o general reagiu no Estadão: “Tentativa de invasão da soberania nacional”.

      Cenas de um enredo à espera de entrar para os livros de História.
      https://www.diariodocentrodomundo.com.br/livro-traz-mais-uma-pista-de-golpe-branco-por-bolsonaro-na-eleicao/

      É o Exército "brasileiro" exercendo seu papel histórico de sempre: trair o país em benefício de potências estrangeiras. Ou seja, manter-nos sempre como colônia. E sempre com a mesma velha estória de "combater o comunismo", "combater a corrupção" e a "destruição da família". De que adianta? O que fazem quando conseguem aplicar mais outro golpe de Estado? Nada! A corrupção só aumenta, o comunismo só existe na cabecinha deles e a família, bem, a família está cada vez mais dividida. Portanto, a desculpa que usam é esfarrapada, é falsa. E o povo não aprende. Para começo de solução, é preciso primeiro acabar com a Maçonaria. É lá que o Exército é corrompido.

      Excluir
    3. Justiça vê elo de militares que estavam no GSI com tráfico de drogas em avião da FAB

      A operação deflagrada hoje pela Justiça Militar reforçou a suspeita de que homens então ligados ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, um dos órgãos mais estratégicos do país, tinham participação direta no esquema de tráfico de drogas para o exterior usando aviões da Força Aérea Brasilia (FAB).

      Dos quatro militares presos, dois estavam lotados no GSI quando uma organização criminosa, segundo a Justiça Militar, passou a usar aeronaves oficiais para transportar entorpecentes, aproveitando as brechas no controle de bagagens e as permissões privilegiadas dos militares para transitar em aeroportos pelo mundo.
      (...)
      https://g1.globo.com/politica/blog/andreia-sadi/post/2021/03/18/justica-ve-elo-de-militares-que-estavam-no-gsi-com-trafico-de-drogas-na-fab.ghtml

      Excluir
    4. Da conjura maçónica

      O Pe. Barruel, que fora contemporâneo dos enciclopedistas, e estudara minuciosamente a actuação destes, publicou em 1803 [2ª edição], em Hamburgo, uma obra capital para a história da Maçonaria nos finais do século XVIII: as Mémoires pour servir à l'histoire du jacobinisme. A documentação do Pe. Barruel procede de duas fontes autênticas: as cartas de Voltaire e os documentos apanhados pela Polícia do Eleitor de Munique, em Outubro de 1786, em casa de um mação graduado da seita dos Iluminados da Baviera, um certo Zwach. Estes documentos foram impressos por ordem da Côrte de Munique, na Tipografia de Ant. François. Para salientar a seriedade desses arquivos, cumpre referir que, logo de entrada, no primeiro volume, se acha esta advertência feita por ordem do referido Eleitor: «Os que tiverem qualquer dúvida sobre a autenticidade desta colectânea, não terão mais do que apresentar-se nos arquivos secretos de Munique, onde foi dada ordem para lhes serem mostradas as peças originais. Munique, 26 de Março de 1787».
      Se todos os Governos tivessem tido a clarividência do Eleitor bávaro, a conjura maçónica, desmascarada no embrião, teria por ventura abortado, e a evolução política dos últimos dois séculos teria sido bem diferente.

      Jacques Ploncard d'Assac in «Três Estudos Políticos», 1956.
      https://accao-integral.blogspot.com/2021/03/da-conjura-maconica.html

      Excluir
    5. "Se todos os Governos tivessem tido a clarividência do Eleitor bávaro, a conjura maçónica, desmascarada no embrião, teria por ventura abortado, e a evolução política dos últimos dois séculos teria sido bem diferente." Vide o Brasil, elegeram um siono-maçônico.

      Excluir
  3. “Não foram os objetivos políticos de Hitler que nos trouxeram para a guerra. Era o seu sucesso na construção de um novo sistema financeiro. As raízes desta guerra mentirosa são a ganância, a inveja e o medo.”
    Major-General americano John Frederick Charles Fuller (01/09/1878 – 10/02/1966)

    “Se a Alemanha não retornar ao padrão-ouro, haverá outra guerra em cinco anos, independentemente de quem disparar o primeiro tiro.”
    Declarou em 1933 o estadista britânico maçom Winston Churchill (30/11/1874 – 24/01/1965)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O ouro não se come". O trabalho é o lastro de qualquer moeda. Economia é charlatanismo.

      Excluir
    2. Os alemães não foram brutais o suficiente

      pelo Dr. William L. Pierce

      NÓS OCIDENTAIS tivemos uma vida muito fácil nos últimos séculos. Nossa superioridade nas artes da guerra e da paz tem sido tão avassaladora que não encontramos nenhum desafio sério de outras raças. Conseqüentemente, desabafamos nossa agressividade quase que exclusivamente uns com os outros. O derramamento de sangue foi enorme, mas, apesar disso, geralmente exercemos certas restrições. Desenvolvemos um código de comportamento adequado para lutarmos uns contra os outros, o qual, embora tenha sido frequentemente violado, ainda teve uma influência geralmente benéfica. Pelo menos, sua intenção era totalmente admirável.

      Mas estamos diante de uma situação inteiramente nova agora - e, de fato, tem estado desde a Segunda Guerra Mundial, que foi nosso primeiro grande conflito em muito tempo em que o Ocidente foi combatido por um inimigo não ocidental (embora a maioria dos americanos não percebeu isso na época, e ainda não). Estamos agora na era da guerra racial e é melhor aprendermos um novo conjunto ou regras muito rápido.

      Com exceção do teatro do Pacífico, as duas principais forças em oposição na Segunda Guerra Mundial foram a Europa e os judeus . Os alemães lutaram pela Europa e os americanos, os britânicos, os russos e os vários grupos guerrilheiros comunistas lutaram pelas joias. A Europa - e o Ocidente - perderam a guerra, e um dos motivos pelos quais perdemos (embora certamente não o único) foi que os alemães simplesmente não foram brutais o suficiente. Eles estavam mentalmente e moralmente despreparados para travar uma guerra ao estilo judaico.

      Quando os alemães encontraram oposição guerrilheira na França e nos territórios ocupados do leste e sudeste, eles simplesmente não conseguiram lidar com isso - da mesma forma que os americanos se viram incapazes de lidar com os guerrilheiros na Indochina mais recentemente. Os alemães fizeram reféns e até atiraram em alguns, mas era exatamente isso que os guerrilheiros queriam que fizessem. Os alemães nunca foram capazes de resolver o problema da guerrilha e foram obrigados a dedicar grande parte de seu esforço militar a ele durante a guerra.

      O Exército Vermelho, por outro lado, não tinha esse problema, pois sabia exatamente como lidar com os guerrilheiros. Eles estavam perfeitamente preparados para despovoar mil milhas quadradas de território inimigo ocupado - para matar todos os seres vivos, guerrilheiros ou outros sábios - ao primeiro sinal de resistência civil. Mesmo na própria União Soviética, grupos nacionais inteiros (os alemães do Volga , por exemplo) que eram considerados uma ameaça potencial ao esforço de guerra soviético foram desenraizados em massa e deportados para a Sibéria - milhões de pessoas - com enorme sofrimento e perda de vida. Na Polônia, os Reds cortaram qualquer resistência anticomunista pela raiz simplesmente exterminando, na Floresta de Katyn e em outros lugares, praticamente todo o corpo de oficiais poloneses, que, durante a guerra, compreendia a maioria dos líderes poloneses.

      Excluir
    3. Quando o Exército Vermelho invadiu a Alemanha, eles foram incitados pelo comissário de propaganda judaico-soviético, Ilya Ehrenburg , que exortou as tropas comunistas a usar estupros e assassinatos em massa como meio de subjugar a população civil:

      Mate! Mate! Na raça alemã, não há nada além do mal; nem um entre os vivos, nem um entre os que ainda não nasceram, mas é mau! Siga os preceitos do camarada Stalin. Elimine a besta fascista de uma vez por todas em seu covil! Use a força e quebre o orgulho racial dessas mulheres germânicas. Tome-os como seu butim legítimo. Mate! Conforme você avança em uma tempestade, mate seus galantes soldados do Exército Vermelho!

      Evidentemente, muitas pessoas são da opinião de que é melhor perder uma guerra do que manchar a honra se rebaixando às táticas judaicas para vencê-la. Talvez seja assim, quando os brancos (arianos) são os únicos na arena. Então, as consequências de uma guerra perdida são a perda de território, uma mudança de políticos, talvez mais impostos e um padrão de vida mais baixo por algumas décadas.

      Mas na luta que enfrentamos agora, infinitamente mais está em jogo. Perdemos a última rodada, e a consequência dessa perda foi mais catastrófica para nós do que qualquer outra guerra da história. Se perdermos a próxima rodada, perderemos tudo para sempre . Se a raça branca (ariana) cair, então todo o significado - até mesmo qualquer memória - de honra, cavalheirismo, de jogo limpo também diminui.

      De qualquer forma, os americanos não têm mais o direito de criar tanto alarido sobre jogar de acordo com as regras. O que já fizemos a pedido dos judeus - na Segunda Guerra Mundial e desde então - zombou de qualquer reivindicação de honra nacional que possamos ter tido. Aquilo com que nos lisonjeamos imaginando ser cavalheirismo ou decência é, na verdade, escrúpulos hipócritas. Somos perigosamente suaves, não perigosamente decentes.

      O fato é que estamos enfrentando um inimigo que não pensa nada - absolutamente nada - em cortar gargantas, arrancar olhos, liquidar prisioneiros aos milhões, enquanto a própria ideia de ter que usar uma faca - ou um pé de cabra - para matar um inimigo é aterrorizante e abominável para o americano branco (ariano) médio. Ele simplesmente não está mentalmente preparado para sobreviver na selva que a integração racial está fazendo da América.

      Não se trata mais de preservar seus princípios, mas de preservar sua raça e toda sua posteridade, até o fim dos tempos. O americano médio, como já foi mencionado, parece não entender isso - ou estar preparado para fazer os ajustes necessários se ele entendeu. Mas nós, da National Alliance, não somos americanos comuns. Somos pessoas que, mais do que ninguém, exceto os judeus, sabem exatamente o que está em jogo.

      Então, vamos tomar uma decisão. Faremos o que for necessário para vencer a luta pelo controle do futuro deste planeta no qual agora estamos engajados, ou não? A National Alliance não é lugar para pessoas que não têm certeza da resposta.

      Excluir
    4. "O ouro não se come". O trabalho é o lastro de qualquer moeda. Economia é charlatanismo.

      Apoiado.

      Excluir

  4. Grande dia? Tchau Trump! Insanidade perdeu! Bolsonaro: problemas mentais! O ESCÂNDALO ARAS!
    https://www.youtube.com/watch?v=Wjs3vUd1U9w

    Faltam 632 dias para a insanidade ser varrida por aqui também. Trump já foi. Falta agora o seu servo do sul. O mundo não deixará de ter bombardeios ou golpes patrocinados pela "Democracia do Norte". Mas será possível estabelecermos diálogos num nível de menor insanidade e irracionalidade.

    O projeto de ditador que ocupa a presidência do Brasil continua a pregar golpe por onde anda. Agora, ele tem um apoio de alguém que deveria voltar aos bancos da faculdade de direito. O Sr. Augusto Aras desconhece a Constituição do Brasil e diz que não compete a ele a instauração de ações criminais contra quem a CF diz que é sua tarefa.

    O que é isso?

    Imeachment para Bolsonaro é pouco. Seus cúmplices com amnésia merecem o mesmo destino.

    ResponderExcluir
  5. Biden faz Bolsonaro mudar! China não perdoa! Doutora chora indignada! Guedes: a farsa do gás barato
    https://www.youtube.com/watch?v=-Y_gSjGipyk

    Faltam 631 dias para o “inclassificável” deixar o Brasil em paz. Bolsonaro se comporta como um zumbi maligno que perambula num caminhar torto da morte, enquanto o planeta luta contra o vírus. Seu filho deputado insiste em atacar a China. Irresponsabilidade assassina sem fim. Seu pai, ataca a Venezuela e desdenha a ajuda a Manaus. A china, paciente, aguarda o momento para dar sua lição aos Bolsonaro e infelizmente ao Brasil. Em algum momento prestarão contas à Justiça. O relógio está correndo.

    Na data de ontem Bolsonaro envia carta a Biden. Obviamente foi escrita por alguém da área diplomática com a inteção de minimizar os dano que o genocida causou nas relações formais entre os seus países. líder ou covarde? Cadê a pólvora que prometerá outro dia?

    Enquanto a destruição se avoluma sobre as vidas de brasileiros, Bolsonaro escala os piores para cuidarem do assunto. As relações diplomáticas que poderiam nos ajudar nesse grave momento mundial, estão prejudicadas pelo isolamento cerebral do Ministro da área e que nos submete ao isolamento geopolítico a que estamos sendo submetidos.

    A Dra Margareth Dalcolmo, ao receber um prêmio nessa semana, se emocionou e se revoltou com a letargia e omissão governamental na aquisição ou desenvolvimento das vacinas no Brasil. Índia promete hoje que teremos os insumos! Corremos o risco de ter um grande atraso na vacinação que contribui de modo fatal no aumento de mortes em nosso país.

    Da Argentina seguiram para o México, os insumos para a fabricação de 100 milhões de doses de vacinas para serem distribuídas na América Latina.

    Mas nem tudo está parado. Paulo Guedes não descansa um minuto e engana a cada instante àqueles que acreditam em fantasias ou que se julgam inteligentes. Brasil segue entregue em todas as áreas. O gás barato virou um tormento com o aumento constante de preços.

    Os vigaristas só conseguem realizar seus crimes porque em algum ponto rebem ajuda.

    Sigamos.

    Os vigaristas e negacionistas não descansam.

    ResponderExcluir
  6. Direita e esquerda convocam carreatas por impeachment de Bolsonaro

    Conversando com lideranças dos diversos movimentos, a BBC News Brasil encontrou como motivação em comum na defesa da queda do presidente a indignação com a falta de uma ampla campanha de vacinação para imunizar a população contra o coronavírus, além do agravamento da crise com a escassez de oxigênio em Manaus e outras cidades do Norte do país para tratar pacientes com covid-19, o que já levou dezenas de pessoas a morrerem sufocadas.

    https://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/direita-e-esquerda-convocam-carreatas-por-impeachment-de-bolsonaro/ar-BB1cZwyf?ocid=ob-fb-ptbr-all
    ----------------------------
    Hit do momento ...
    https://www.facebook.com/288353518218458/posts/1292360291151104/?app=fbl
    ----------------------------
    Há seis anos consecutivos, desde a recessão iniciada em 2014, o Brasil vê o número de indústrias no território nacional cair. No ano passado, 5,5 mil fábricas encerraram suas atividades. Ao todo, entre 2015 e 2020, foram extintas 36,6 mil. Isso equivale a quase 17 estabelecimentos industriais exterminados por dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos sob a ditadura do capital
      Por Maria Lucia Fattorelli que é coordenadora Nacional da Auditoria Cidadã da Dívida e membro titular da Comissão Brasileira Justiça e Paz da CNBB.

      No dia 17/1/2021, uma economista do banco privado Credit Suisse deu um ultimato ao Brasil: “O Brasil tem seis meses para realizar reformas e equilibrar as contas públicas. Caso isso não ocorra, o preço do dólar, os juros e a inflação vão subir e o país perderá a credibilidade perante os investidores.” (…) “a prioridade do governo deve ser aprovar a PEC Emergencial, que cria vários mecanismos para reduzir salários de servidores e outras despesas em caso de crise fiscal, e a reforma administrativa.”

      Além da petulância da declaração, que caracteriza ofensa à nossa soberania, a ameaça contém um recado muito claro do que o mercado financeiro quer:

      1 – que o Brasil mantenha a amarra do Teto de Gastos constante da Emenda Constitucional 95, que limitou todos os investimentos na estrutura do Estado e em serviços prestados à população, mas deixou fora do teto, sem limite ou controle algum, os gastos com a chamada dívida pública;

      2 – que seja aprovada a “PEC Emergencial”, apelido dado à Proposta de Emenda Constitucional 186, que cria gatilhos automáticos para cortar salários de servidores e outros gastos públicos, a fim de destinar tais recursos para o pagamento dos gastos com a dívida pública;

      3 – que seja aprovada a PEC 32, chamada de “reforma administrativa”, mas que na verdade corresponde à destruição completa da estrutura do Estado, abrindo a possibilidade de privatização generalizada de todos os serviços públicos, o que certamente representa grandes oportunidades de negócios para o mercado.

      Na última terça-feira (26), obedientemente, o presidente da República e o ministro da Economia participaram de reunião organizada pelo mesmo banco privado Credit Suisse. Bolsonaro e Guedes bateram continência aos ditames do mercado e se comprometeram a obedecer ao teto de gastos e avançar com ditas reformas, anunciando ainda que o auxílio emergencial não será permanente e que as privatizações irão avançar mais ainda!

      Em primeiro lugar, temos que questionar: quem é o banco privado Credit Suisse para falar em credibilidade com o país? O Credit Suisse foi um dos bancos “salvos” com dinheiro público por ocasião da crise financeira iniciada em 2007, cuja principal causa foi a crise bancária decorrente do abuso na utilização de derivativos sem lastro.

      Conforme auditoria governamental realizada no Banco Central norte-americano (Fed) pela Agência de Contabilidade Governamental dos Estados Unidos da América do Norte, o Credit Suisse recebeu US$ 262 bilhões de dinheiro público para não quebrar!

      Em segundo lugar, todas as medidas que o mercado deseja vão na mesma linha: impedir investimentos públicos para que sobrem mais recursos para a chamada dívida pública, que nunca foi auditada e que está repleta de mecanismos ilegais e ilegítimos, a exemplo da remuneração da sobra de caixa dos bancos, que custou ao Tesouro Nacional R$ 3 trilhões em 10 anos.

      Como sempre, o mercado ignora a condição do povo brasileiro, submetido a uma das condições mais desiguais e injustas do mundo! O absurdo está na atitude das autoridades do país, que se ajoelham aos ditames do mercado, aceitando sacrificar mais ainda a população brasileira com o desmonte do Estado e dos serviços públicos previstos nas propostas PEC 32 e 186, como analisamos em artigo recente, disponível no site da Auditoria Cidadã.

      Excluir
    2. Não resta dúvida alguma de que vivemos sob a ditadura do capital em nosso país. Por isso “É Hora de Virar o Jogo” e modificar o modelo econômico que atua no país, a começar pela interrupção imediata da remuneração ilegal da sobra de caixa dos bancos, para que os juros de mercado caiam e a poupança da sociedade, de cerca de R$ 1,5 trilhão atualmente, circule na economia, gerando emprego e renda.

      Para tanto, o Congresso Nacional precisa rejeitar os infames projetos PL 3.877/2020, PL 9.248/2017, PLP 19/2019 e PLP 112/2019, conforme Interpelação Extrajudicial entregue, via Cartório de Títulos e Documentos, a todos os líderes na Câmara dos Deputados.

      No âmbito da campanha “É Hora de Virar o Jogo”, já foi enviada Carta Aberta ao ministro Guedes questionando o que está por trás das insanas privatizações que ocorrem no Brasil.

      Outra iniciativa da campanha terá lugar na próxima segunda-feira (1º), na abertura dos trabalhos do Congresso em 2021, quando será entregue Carta Aberta às autoridades dos poderes Legislativo e Executivo, contendo 25 questionamentos sobre a PEC 32, tendo em vista a ausência publicidade de dados essenciais; apresentação de dados distorcidos e argumentos errados, baseados em estudos encomendados ao Banco Mundial. Tudo isso mostra a vergonha que as destrutivas propostas (PEC 32 e 186) significam ao país, destruindo a estrutura do Estado sem justificativa técnica, legal, política ou ética que se sustente!

      Esperamos que o Congresso Nacional rejeite completamente a PEC 32, a PEC 186 e o PL 3.877/2020, e diga não à ditadura do capital.

      Leia mais: AS ‘INSTITUIÇÕES’ E OS OBJETIVOS NACIONAIS
      https://monitormercantil.com.br/estamos-sob-a-ditadura-do-capital/
      ------------------------------
      USA: fui “ ameaçado” por mostrar a pobreza dos Estados Unidos pra vocês!
      https://www.youtube.com/watch?v=toiNxdGD-lQ

      Excluir
  7. A administração Jew Biden é uma verdadeira sinagoga:

    ”Indeed, at least 10 prominent Jews have been nominated to key positions. There’s Ronald Klain (chief of staff); Anthony Blinken (Secretary of State); Janet Yellen (Treasury); Merrick Garland (Attorney General); Alejandro Mayorkas (Homeland Security);and Avril Haines (Director of National Intelligence). One level down are Wendy Sherman (deputy Secretary of State); Eric Lander (science and technology adviser); Ann Neuberger (deputy National Security Adviser); and David Cohen (deputy CIA director).

    Plus there’s Doug Emhoff, the Jewish husband of Vice President-elect Kamala Harris.

    It’s a “remarkable statement about the place of Jews in this society,” said Jason Isaacson, the American Jewish Committee’s chief policy and political affairs officer in Washington. Amid the rise in antisemitism and its role underpinning the Capitol siege on Jan. 6, Isaacson added, the fact that so many well-known and engaged Jews will serve in the highest levels of the administration “and no one talks about that and it’s not an issue, that says a lot about how far American society has progressed.”” – https://forward.com/news/462330/enough-for-a-minyan-a-jewish-whos-who-of-bidens-cabinet-to-be/ .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hitler: democracia e igualdade

      Do livro de Adolf Hitler Mein Kampf, capítulo 3: “A democracia, como praticada na Europa Ocidental hoje, é a vanguarda do marxismo. Na verdade, o último não seria concebível sem o primeiro. A democracia é o terreno fértil no qual os bacilos da praga mundial marxista podem crescer e se espalhar. ”

      Sim, “democratas” (com um d minúsculo) amam a igualdade e a pressionam a cada passo. Idem para os marxistas, é claro. Ambos usam a palavra “igualdade” 20 vezes por dia. É a palavra favorita deles [1]. (Você pode agradecer a Thomas Jefferson para isso. Ele só tinha que usar “todos os homens são criados iguais” na Declaração de Independência! Só tinhapara. Rastejar! Ele pegou muito). É apenas um pequeno salto de abraçar a “igualdade” para abraçar o marxismo. Vá a qualquer campus universitário americano hoje e veja todos os professores e alunos marxistas, alguns dos quais usam camisetas do Che Guevara. Caramba, temos até uma agência governamental gigante em Washington DC que tem "igual" em seu nome: a Equal Employment Opportunity Commission (EEOC). Essa roupa garante que todos sejam iguais todos os dias! Yay! Quão legal é isso?? Obrigado, Sr. e Sra. Blumrosen !! [2]. (Ainda estou esperando o dia em que os milionários serão banidos da América. Afinal, eles têm muito mais dinheiro do que as outras pessoas. Isso não é ser igual! Isso é muito, muito, muito desigual!).

      Permitir que todas as pessoas, independentemente de raça, sexo ou credo, votem e ocupem cargos públicos é "igualdade". A democracia é "tamanho único". Assim como o marxismo. A única diferença entre os dois é que o marxismo tem um ditador para impor a igualdade, enquanto a democracia impõe a igualdade pelo Congresso e pelo “sentimento e crença popular” principalmente por meio do tubo judeu (ou seja, a TV). Mas ambas as ideologias promovem a igualdade com vigor. O fato de ser tudo uma farsa não parece incomodar ninguém, seja democrata ou marxista.

      É verdade que a democracia americana em 1955 apoiava a igualdade apenas 3/4 do caminho, uma vez que os negros ainda estavam sentados à margem política então. Mas desde a Lei dos Direitos Civis de 1964, a democracia americana tem sido 100% igualitária em espírito e ações. Hoje a democracia é quadrada a favor da igualdade social e política para todos os humanos. Assim como o comunismo. Mesma igualdade, métodos diferentes. Viajar por estradas diferentes para o mesmo destino.

      Existe apenas uma ideologia que rejeita totalmente a igualdade humana: o nazismo. É por isso que 10 líderes nazistas foram enforcados pelos “aliados” em 1946. Eles ousaram ir contra a ideia de igualdade humana e foram executados. (Oh, espere, espere, eu quase esqueci: há uma outra ideologia que também rejeita a igualdade humana: o judaísmo. Quase esqueci essa! Mas: os judeus amam igualdade para os países brancos [arianos]. Não para Israel).

      Excluir
    2. A brilhante crítica de Adolf Hitler à democracia representativa
      https://judaismoemaconaria.blogspot.com/2014/05/a-brilhante-critica-de-adolf-hitler.html

      Excluir
  8. https://br.sputniknews.com/europa/2021011716794994-documentos-revelam-pressao-sofrida-por-agencia-europeia-para-aprovar-vacina-da-pfizerbiontech/

    Por algum motivo, deram prioridade a essa tecnologia no mínimo controversa de produção de vacina. Jamais teremos conhecimento do que está por detrás disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine os valores em jogo para vacinar 7 bilhões de habitantes!!

      Excluir
  9. Em entrevista a Veja, Jullyene Lins conta que, durante o período em que foi casada com Arthur Lira, o casal reuniu um enorme patrimônio: fazendas, apartamentos e terrenos que, segundo ela, estão registrados em nome de laranjas e foram adquiridos com dinheiro oriundo de propina. "Ele fez muitos rolos. Começou na Assembleia Legislativa. Nessa época, o dinheiro chegava lá em casa em malotes. Eu contava, eu conferia, eu lacrava. Eu distribuía para vereadores quando era na campanha. Ele mandava: 'Faça tantos envelopes de tanto , de tal valor'. Chegava malote com R$ 30 mil, R$ 500 mil e até R$ 1 milhão. Em notas de 50 e de 100", afirmou. E ainda tem gente que acha que Bolsonaro é preocupado com corrupção... (kkkkkkkkkkkkkkkk)

    Leia a entrevista completa:
    https://veja.abril.com.br/politica/o-dinheiro-chegava-em-malotes-diz-ex-mulher-de-lider-do-centrao/

    Quando era casada não abria a boca ... tá bom! Acabou a mamata, virou cidadã de bem ... rs

    ResponderExcluir
  10. https://blackcrimesmatters.com/

    ResponderExcluir
  11. A FACE PODRE DA JUSTIÇA NO BRASIL

    Por Léa Maria Aarão Reis, no site Carta Maior

    Lançado segunda-feira (8/1), o ‘doc’ ‘Sergio Moro: A Construção de um juiz acima da lei’ discute a construção artificial da Lava Jato em conluio com tribunais e a mídia corporativa, e os prejuízos que ela trouxe ao Brasil.

    Sergio Moro: A Construção de um juiz acima da lei é um documentário resultante do projeto dos jornalistas Luis Nassif, Marcelo Auler, Cintia Alves e Nacho Lemus.

    Trata-se de um registro histórico que o espectador não deve deixar de assistir no canal do site GGN e no Youtube a partir de amanhã.

    Tem a duração de pouco mais de uma hora e provoca impacto por duas razões.

    Uma delas, ao apresentar como um todo a trajetória do ex-juiz Sergio Moro desde suas origens familiares e a medíocre formação jurídica na cidade de Maringá até sua destituição como titular da pasta de Ministro da Justiça pelo (des)governo de extrema direita do Brasil.

    O encadeamento é bem engendrado, com imagens de época e entrevistas realizadas on line entre novembro de 2020 e janeiro último -, exceto as entrevistas comoventes de dois agricultores vítimas de uma operação instruída por Moro e realizadas em 2018 – e a sua linguagem, simples e direta, permite o acesso de grandes platéias aos detalhes do jogo processual.

    O doc deve ser visto também, embora não mostre fatos novos determinantes sobre esse jogo de ações da operação Lava Jato comandada por Moro, porque ressalta e sublinha a cumplicidade, ou a explícita ou pela conivência habilmente disfarçada de membros de tribunais superiores do país, e a cooptação da mídia corporativa.

    Logo no início, indaga Luiz Nassif: ”Quem foi Sergio Moro? Quem é Sergio Moro? Destruiu a engenharia brasileira e a política partidária no país, colocou em cheque a democracia na América Latina e abriu caminho para a ascensão de Bolsonaro.”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Supremo Tribunal Federal, ”foi parte do problema,” diz no filme o advogado australiano de Direitos Humanos Geoffrey Robertson, representante do ex-presidente Lula no Conselho de Direitos Humanos da ONU.

      ”A corte suprema brasileira não removeu-o do caso como deveria ter feito embora ele tenha divulgado as transcrições do grampo (NR.: conversas telefônicas grampeadas ilegalmente entre a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula).

      A propósito, lembra-se no filme, o ex-magistrado de Curitiba já era conhecido, no STF, antes do início da Lava Jato, como um ”juiz truculento”, como ”juiz investigador.”

      Jornalista e escritor, Mario Magalhães, outro entrevistado, recorda: ”As transcrições foram vazadas com o objetivo de intimidar e manipular informações. A mídia corporativa foi cooptada. Não houve cobertura jornalística dos fatos; não houve jornalismo. E quando a propaganda sufoca o jornalismo é a desgraça”.

      E o procurador Celso Tres: ”A metodologia usada pela Lava jato não pode achar que os fins justificam os meios.”

      Ao longo de 74 minutos, o doc expõe alguns dos métodos heterodoxos usados pelo ex-juiz a partir do depoimento de dezenas personagens que acompanharam os casos escabrosos de perto.

      O fio condutor fica a cargo de Luiz Nassif em suas intervenções. Além de Robertson e de Magalhães, são entrevistados Alberto Toron, advogado criminalista, Celso Tres, procurador da República, Cezar Roberto Bitencourt, doutor em Direito Penal, Cristiano Zanin Martins, advogado do ex-presidente Lula, Fernando Augusto Fernandes, criminalista e autor do livro Geopolítica da Intervenção – A verdadeira história da Lava Jato, Geoffrey Robertson, advogado de Direitos Humanos, Gerson Machado, delegado aposentado da Polícia Federal, Mário Magalhães, escritor e ex-ombudsman da Folha de S. Paulo e Michel Saliba, advogado criminalista.

      As entrevistas foram feitas por Cintia Alves, Luis Nassif, Marcelo Auler e Patricia Faermann.

      Excluir
    2. Os questionamentos em torno da construção artificial da competência de Moro para julgar a Lava Jato, o papel de setores da imprensa que inflaram o movimento lavajatismo para derrubar um governo progressista, a postura vacilante da Suprema Corte e o alinhamento em outros tribunais são pontos abordados, como anuncia a divulgação do documentário.

      ”A competência da Lava Jato”, resume o advogado Cristiano Zanin Martins”, também ele expondo uma face podre da Justiça brasileira, ”foi uma construção artificial de tribunais regionais, tribunais superiores e médios, da oposição política, de delegados e procuradores que visavam a desestabilização do país.”

      “Criaram um ambiente artificial de culpa como uma sensação de que todo juiz que revisasse decisões da Lava Jato poderia ser conivente com a corrupção.”

      * O material colhido no doc será publicado a partir deste mês no GGN e Blog Marcelo Auler.

      http://patrialatina.com.br/a-face-podre-da-justica-no-brasil/

      Excluir
  12. Na Segunda Guerra Mundial, as Forças Soviéticas perderam cerca de 7,5 milhões em combates, acidentes e doenças

    - Desta figura, 7,25 milhões eram regulares do Exército Vermelho, dos quais 6,8 milhões caíram em combate
    - Outros 250.000 cidadãos soviéticos morreram como guerrilheiros soviéticos ou milicianos
    - Quase 300.000 morreram lutando por formações não soviéticas, principalmente no serviço alemão
    - No total, 7,8 milhões de cidadãos soviéticos morreram sob as armas

    A maioria dos 25,3 milhões que morreram no geral eram civis e prisioneiros de guerra, não combatentes
    https://russia-insider.com/en/wwii-soviet-union-lost-75-million-combat-accidents-disease/5698

    ResponderExcluir
  13. "THE POLISH ATROCITIES AGAINST THE GERMAN MINORITY IN POLAND"

    EDITED AND PUBLISHED BY ORDER OF THE FOREIGN OFFICE AND BASED UPON DOCUMENTARY EVIDENCE

    SECOND REVISED EDITION

    BERLIN 1940
    https://www.ibiblio.org/hyperwar/NHC/NewPDFs/GERMANY/GER.Polish.Atrocities.Against.German.Minority.in.Poland.1940.pdf

    ResponderExcluir

  14. Estudo sobre espionagem dos EUA e Alemanha no Brasil e em mais de 120 países

    OS DOCUMENTOS QUE O ESTUDO APRESENTA RELATAM QUE, ATRAVÉS DO CONTROLE DA EMPRESA, A CIA E A BND POSSIVELMENTE SABIAM DE TODAS AS DECISÕES QUE FORAM TRANSMITIDAS VIA CRIPTOGRAFIA PELAS AUTORIDADES BRASILEIRAS AO LONGO DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO 20

    “As agências controlavam a Crypto AG, sendo que a CIA se impõe sobre seus parceiros alemães. A inteligência norte-americana desenvolvia a tecnologia das máquinas de criptografia, sabotava os algoritmos para que se tornassem decifráveis e escolhia os alvos para vendas.

    Assim, as mensagens secretas dos países, que deveriam ser criptografadas, eram ouvidas sem nenhum problema pelos estadunidenses e pelos alemães. Além disso, pelo menos quatro países estavam a par da natureza das operações ou receberam informações coletadas: Israel, Suécia, Suíça e Reino Unido”, relata o docente.

    AINDA ASSIM, APESAR DE TODAS AS DÚVIDAS E DENÚNCIAS QUE PAIRAVAM SOBRE A CRYPTO AG, O BRASIL CONTINUOU A ADQUIRIR OS SEUS EQUIPAMENTOS. AS ÚLTIMAS OPERAÇÕES FINANCEIRAS SÃO BEM RECENTES: REGISTROS DO PORTAL DA TRANSPARÊNCIA COMPROVAM A COMPRA DE HARDWARE, SOFTWARE E LICENÇAS DA CRYPTO AG, ENTRE 2014 E 2019

    https://www.forte.jor.br/2021/02/07/estudo-sobre-espionagem-dos-eua-e-alemanha-no-brasil-e-em-mais-de-120-paises/

    Aberração!!

    ResponderExcluir
  15. Eu tinha 19 anos quando tive o meu despertar politico, eu e meu amigo garimpavamos livros nos sebos, ja estava farto daqueles livros idiotas sobre segunda guerra, quando achamos um exemplar numA prateleira, meu amigo me disse compra agora e raro de se achar, a edicao so tem o titulo na capa e mais nada, quando li os primeiros capitulos fiquei em choque com tamanha objetividade e uma furia tenaz nao contra os Cristaos mas contra a humanidade alem do mais se tratando de um documento do seculo 19,mas logo tudo foi fazendo sentido fiquei furioso e sabotei a producao o dia todo da multinacional americana que eu trabalhava, logo vi que o Mein Kampf era a resposta a todo Aquele mal que viria, esse documento tira a vontade de viver do ser humano pois tira o veu do mundo e revela sua verdadeira face a que nao somos livres e que todo a historia e politica mundial esta envolvida por ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu "despertar político" foi cedo. A maioria nunca "desperta" ... rsrs

      Abraço

      Excluir
  16. E quem ainda tem duvida compare os capitulos com a realidade, o conceito de liberdade, respponderemos com os canhoes americanos, o ensino por imagem, abolicao do ensino livre, a atual ditadura contra a livre exppressao, empresas mandando nos paises e presidente, o grande conglomerAdo da impprensa e seus monopolios, o fim dAs culturas, a fusao das racas formando um ser totalmente servil incappaz de questionar e raciocinar, os blocos economicos, alguem ai notou que mesclei partes dos livros com a atualidade e nem percebemos diferencas? E fato os protocolos sao sim verdadeiros, mas que nos espanta e a seu tom profetico e disso eles entendem bem,por como eu ouvi uma vez a melhor maneira de saber se uma profecia vai acontecer e fazendo ela acontecer e ppasso a passo eles a fizeram e com a ajuda de alguns gentios traidores ou ludibriados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querem realizar as promessas na Torá. Os Protocolos não precisam de provas, se auto-provam sozinho.

      “Tudo que o homem não conhece não existe para ele. Por isso o mundo tem, para cada um, o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche.

      “DESCOLONIZAÇÃO” DA SOCIEDADE AMERICANA E “CONTRA-GENOCÍDIO” CONTRA OS CRISTÃOS BRANCOS.
      https://dinamicaglobal.wordpress.com/2021/03/24/descolonizacao-da-sociedade-americana-e-contra-genocidio-contra-os-cristaos-brancos/

      Excluir
  17. O que pouca gente sabe e que a Alemanha nao invadiu a Franca, por retaliacao a declaracao de guerra ou pra se vingar do tratado de versalles, ela invadiu para cacar os Franco-Macons a Franca e e sempre foi o cerebro da Maconaria mundial, enquanto o sangue de irmaos rolava nos campos europeus para o prazer do Sionismo e a alta financa mundial, uma guerra oculta era travada nos bastidores contra a Maconaria e nosso heroi sem duvida foi Reinhardt Heydrich.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enfoque interessante. Tens fontes? Lembro que quando das reuniões que resultaram no famigerado Tratado de Versalhes (berço da 2ªGM), o Papa foi proibido de participar.

      Excluir
    2. Ola Cobalto segue uma das fontes, a outra esta no livro que te mandei chamado Maçonaria por Dieter Schwarz. A Alemanha foi arrastada para primeira guerra para ser saqueada no tratado de versalhes, a Alemanha sempre foi um país desenvolvido e de destaque no continente Europeu.

      https://archive.org/details/Video20181221005151642ByVideoshow

      Excluir
    3. O BOMBARDEIO DE DRESDEN = CRIME OU UM ATO DE GUERRA?
      https://www.youtube.com/watch?v=g6AnG27TrWc
      Aquela guerra provocada contra a Alemanha foi um crime já. Portanto, tudo que se produziu contra a Alemanha foram crimes.

      "Pelos frutos sereis conhecidos"

      Excluir
  18. Em Resumo costumo dizer que uma guerra entre o bem e o mal foi travada, o mundo acabou em 1945, em seu lugar foi erigido uma matrix controlada pelo demiurgo chamado Capital, e aqui lendo e escrevendo somos os fugitivos dela,mas eu lhes digos nossa salvacao nao esta em Zion amigos,temos de subir a superficie e resconstruir esse mundo despedacado pedaco por pedaco e a verdade esta chegando, no ultimo mes no Jewtube ppudemos achar varios videos sobre o afundamento do Wilhelm Gustlof coisa que por decadas era oculto do conhecimento comun.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Derrota Mundial" es un libro escrito por Salvador Borrego Escalante publicado en 1953. Obra capital del autor, describe los orígenes, desarrollo y consecuencias de la Segunda Guerra Mundial. "Es uno de los libros más importantes que se hayan publicado en América".
      https://archive.org/details/salvadorborregoderrotamundial

      Tanta porcaria que obrigam os alunos a ler, deveriam dar leituras 'despertadoras'.

      Excluir
  19. Ola Cobalto, nao foi aprovado meu comentario sobre os protocolos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos publicados. Me desculpe a demora.

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/08/democracia-governo-da-hipocrisia.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/08/votar-e-renunciar-sua-propria-soberania.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/07/o-circo-da-democracia.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/05/comunismo-e-democracia-sao-mesma-coisa.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/05/os-defeitos-da-democracia-politica.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/07/democracia-e-ilusao.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2013/10/os-5-tipos-de-eleitores-palhacos.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/04/o-ridiculo-que-e-defender-democracia.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/01/democracia-o-grande-cavalo-de-troia-da.html

      http://desatracado.blogspot.com.br/2014/03/a-corrupcao-e-gerada-pela-propria.html

      Excluir
  20. Ola Cobalto, gostaria de deixar o link abaixo, diretamente nao tem a ver com o assunto do titulo mas tratasse de mais uma manipulação histórica.

    https://www.hypeness.com.br/2021/02/piramides-do-egito-como-foram-construidas/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pergunta ... POR QUE OS EGÍPCIOS NÃO SE CONVERTERAM DEPOIS DAS 10 PRAGAS?

      WHY DIDN’T EGYPTIANS CONVERT AFTER THE TEN PLAGUES?
      https://ashraf62.wordpress.com/2017/10/28/why-didnt-egyptians-convert-after-the-ten-plagues/

      Excluir
  21. Ola Cobalto, encontrei este canal por acaso no youtube com videos realmente interessantes sobre politica Nacional e Mundial, chamado Brasil Paralelo
    https://youtu.be/TUFcjIY55v0

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A empresa tem sido definida como próxima ao governo Bolsonaro[16] e suas produções têm sido apontadas como alinhadas às ideias de personalidades da extrema direita brasileira como Olavo de Carvalho,[14][17] Jair Bolsonaro[18][19] e Ernesto Araújo[20] e têm sido criticadas por distorcer a história do Brasil e de Portugal.[10][11][12][13][4][14][8][15] A exibição na TV Escola foi repudiada pela regional São Paulo da Associação Nacional de História, que classificou o material como "propaganda ideológica de um grupo extremista", contendo "versões mentirosas e negacionistas da história" "
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil_Paralelo

      Excluir
    2. Sim muito tendencioso, algumas coisas são legais no trabalho desse pessoal,mas tem que ser cuidadoso, um pessoal que mostra NS e fascismo dizendo que sao iguais ao Comunismo nao da pra levar a serio, e depois dizem em seus videos que esquerda e direita são a mesma coisa, essa direita bolsonarista ea mesma coisa que esquerda alias, na America do Sul, a esquerda faz o trabalho da direita e a direita faz o da esquerda, vejamos as estatizacoes na Bolivia, Venezuela e comparemos com as privatizacoes do Bolsonaro. Mas tem muita gente maravilhada achando que despertaram olhando os videos do Brasil Paralelo, o que eles mostram e so a pontinha do iceberg, para nós Nacionalistas não e novidade

      Excluir
    3. "Muitas das mais significativas transformações do Brasil estão relacionadas à maçonaria: declaração de independência e proclamação da República são bons exemplos. A maçonaria pode ser considerada uma força transformadora do “olho que tudo vê”, e nunca se deixaria cegar pelos farsantes. Conheça algumas pinceladas que os maçons deram na história do Brasil nesta saborosa pílula e junte-se à corrente que repudia os falsos e reacionários maçons - que sequer merecem ser chamados “maçons”, pois não veem nem o essencial", diz o militonto em História. Acha ele que Maçonaria é um clube angelical.
      https://www.youtube.com/watch?v=DhXqK8U7bYI

      O perigo desse pessoal é que falam verdades até um ponto. Depois desse 'ponto', começa a embromação, o desvio para a mentira, a farsa, a falsificação. Avram Noam Chomsky, Norman G. Finkelstein, entre outros, são a mesma coisa. Nunca vão ao cerne. Justamente a função deles é essa de desviar-nos a todos do cerne inconveniente e proibido.

      "Pelos frutos sereis conhecidos."
      ----------------------------------------
      Cristóvão Colombo e sua vida, a maior farsa da História ocidental?

      “A vida de Cristóvão Colombo foi um imenso mistério. Construído com o propósito de manter o mundo em geral às escuras sobre a sua identidade, com exceção de uns poucos escolhidos que sabiam a verdade. A sua vida foi um labirinto. Enganou muita gente por mais de 500 nos. Alguns foram induzidos a aceitar mentiras. Outros a descartar verdades.”

      Abordamos hoje o livro “Portugal E O Segredo de Colombo”, de Manuel da Silva Rosa, lançado em 2019. O trabalho foi considerado ‘o melhor livro de História do ano’ pelo Huffington Post. E recebeu o prêmio Independent Press, categoria História Mundial. Silva Rosa propõe uma nova visão para a vida de um dos mais consagrados e desconhecidos navegadores: Cristóvão Colombo.
      (...)
      https://marsemfim.com.br/cristovao-colombo-e-sua-vida-a-maior-farsa-da-historia/

      Comentário de 2 internautas:
      "Enquanto não se inventar a máquina do tempo, a História será contada por contadores de estórias."

      "Em Êxodo 3:1-6, Moisés dialoga com Deus através da sarça ardente. A sarça exala DMT (dimetiltriptamina) que é um poderoso agente alucinógeno. O mesmo DMT está presente no Chá de Santo Daime…"

      Abraço

      Excluir
  22. O Pessoal alega que esses protocolos são falsos mas o que eles não sabem é que muito coisa que tá nesses protocolos é realmente verdade em muitos aspectos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://mulherescontraofeminismo.wordpress.com/

      https://uprootedpalestinians.wordpress.com/

      Excluir

  23. Der Spreewald 1927 - Historische Aufnahmen
    https://www.youtube.com/watch?v=CJA3QC17ka4

    Im Spreewald - Historischer Film von 1938
    https://www.youtube.com/watch?v=W_WvwxKfC8M

    Der Spreewald von oben Doku (2018)
    https://www.youtube.com/watch?v=974_IifWG-I

    Spreewald Lübbenau (4K)⎮Venice of Germany⎮Real Life Fairytale Village in Germany
    https://www.youtube.com/watch?v=DEUF332aHgY

    Lübbenau im Spreewald - Urlaub und Erholung im UNESCO Biosphärenreservat
    https://www.youtube.com/watch?v=qur0DjGMn5c

    ResponderExcluir
  24. Of Wolves and Men - Animated short:
    https://www.youtube.com/watch?v=DieDRSneYmE

    Poema do Amor de Cachorro e lição de moral para os homens:
    https://www.youtube.com/watch?v=caJw9ZP-pTc

    -----------------------

    Anna Dragu - Cancel the war
    https://www.youtube.com/watch?v=gXM9IHol78U

    ResponderExcluir
  25. POR QUE DEUS NÃO FEZ SEU FILHO NASCER EM ROMA?
    Por que Deus fez com que seu filho nascesse no lugar errado?
    https://ashraf62.wordpress.com/2018/09/27/why-didnt-god-have-his-son-born-in-rome/
    ----------------------
    CORDEIRO DE UM DEUS SANGUINÁRIO (VÍDEO)
    Estamos adorando o mesmo Deus? E ele é um Deus pagão disfarçado?
    https://ashraf62.wordpress.com/2018/10/05/lamb-of-a-bloodthirsty-god-video/
    ----------------------
    Relatório semanal sobre violações dos direitos humanos israelenses na Palestina (11-17 de março de 2021)

    Weekly Report on Israeli Human Rights Violations in Palestine (11-17 March 2021)

    https://uprootedpalestinians.wordpress.com/2021/03/24/weekly-report-on-israeli-human-rights-violations-in-palestine-11-17-march-2021/

    ResponderExcluir
  26. Infiltração protestante dentro do Brasil pelo governo Bolsonaro para fazer o trabalho dos Estados Unidos para a desinformação, doutrinação e subordinação ao Titio Sam.
    Veja aos 14:48 no vídeo abaixo:

    https://www.youtube.com/watch?v=m8t4dtRFq_E





    https://www.youtube.com/watch?v=m8t4dtRFq_E

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Egito transporta múmias de Reis e Rainhas em Desfile Dourado.

      Assista ao transporte de 22 múmias de Reis e Rainhas do Antigo Egito do Museu Egípcio até o Museu Nacional da Civilização Egípcia, ambos no Cairo.
      https://www.youtube.com/watch?v=pkOttWVulv4

      Melhores momentos do Desfile de Ouro dos Faraós onde 18 múmias de Reis e 4 múmias de Rainhas do Antigo Egito com suas câmaras mortuárias foram transferidos para o museu recém-construído na bela noite às margens do Rio Nilo, com uma magnífica cerimônia de Estado.
      https://www.youtube.com/watch?v=8B9opD8Q35g

      Excluir
  27. Para várias correntes evangélicas, aborto e homossexualismo são totalmente inaceitáveis, mas ao mesmo tempo defendem com paixão o Estado de Israel ... onde o aborto e a homossexualidade são permitidos por lei. Como se explica? 👇
    https://www.facebook.com/esRTmedia/videos/442140570177682

    “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
    E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? ”
    2ª Coríntios 6: 14,15

    Cabe a pergunta: são essas denominações siono-cristãs realmente Igrejas?!

    “Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo? ”
    Amós 3:3
    -----------------------
    A incrível história do último soldado da Segunda Guerra a ser repatriado.
    https://zheit.com.br/post/a-incrivel-historia-do-ultimo-soldado-da-segunda-guerra-a-ser-repatriado

    Rússia o indenizará?! Claro que não, é um mero goy. Se fosse um "eleito" ... noooosa! Paravam o mundo.
    -----------------------
    Quem foi Dewdrop Fairies na Guerra?

    Entre 1917 e 1919, crianças nos Estados Unidos se alistaram como soldados no United States School Garden Army, um programa que promoveu hortas sustentáveis em comunidades suburbanas e urbanas.

    Com o apoio do presidente Woodrow Wilson, que usou dinheiro do Departamento de Defesa para financiar o programa, milhões de crianças transformaram seus quintais, terrenos baldios e outros espaços vazios em jardins produtivos. (poético)

    O governo americano promoveu hortas escolares em uma série de contos publicados em jornais de todo o país. A série The Storie the Dewdrops Told (As Histórias que as Gotas de Orvalho Contaram), educou as crianças sobre hortas, conservação e preservação de alimentos, e as encorajou a fazer sua parte no esforço de guerra.
    (...)
    https://zheit.com.br/post/quem-foi-dewdrop-fairies-na-guerra
    Primo pobre da Juventude Hitlerista.

    ResponderExcluir
  28. Jeongbalsan Village, Coréia do Sul:
    https://www.youtube.com/watch?v=TGsbzSxpiLo

    Vendo a belíssima Jeongbalsan Village, gostaria de saber o que sulcoreanos vem fazer no Brasil?

    ResponderExcluir

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário."
George Orwell

"Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador."
Eduardo Galeano

Desejando, expresse o seu pensamento do assunto exposto no artigo.
Agressões, baixarias, trolls, haters e spam não serão publicados.

Seus comentários poderão levar algum tempo para aparecer e não serão necessariamente respondidos pelo blog.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

Agradecido pela compreensão e visita.