quarta-feira, 7 de maio de 2014

Maus de 188 toneladas será restaurado

Acredite se quiser: o Maus será reconstruído!



Nos últimos anos as produtoras de videogames de guerra têm ajudado a financiar diversos projetos, como a busca pelos Spitfires da Birmânia e a recuperação do Dornier Do 17 na Inglaterra. Sem sombra de dúvida, esses projetos todos têm imenso valor, pois possuem grande peso na educação e na preservação da história.

Sem ficar para trás, a Gaijin, produtora do game War Thunder, trabalhou em colaboração com o Museu de Blindados de Kubinka, na Rússia, para restaurar um Sturmhaubitze 42 (StuH 42) no começo deste ano. Agora, a Wargaming ultrapassou as expectativas absurdamente, decidindo financiar a reconstrução do PzKpfw VIII Maus – o mais pesado tanque já construído.

Atualmente, o único protótipo existente está em Kubinka e é basicamente uma carcaça blindada. E o projeto não vai somente tirar a poeira e passar umas camadas de tinta no tanque – o objetivo é reconstruir completamente essa máquina lendária.

Isso não é uma piada. Eles realmente querem devolver o Maus à sua antiga glória. Até fizeram um vídeo bem interessante:


Não há qualquer indicação de custo do projeto, mas o provável é que seja muito, mas muito caro. Uma boa ideia do que é necessário para restaurar um tanque é analisar o processo do Museu de Bovington com o Tiger 131. O Tiger foi um projeto relativamente fácil em comparação – era um veículo de série com extensa documentação disponível que mostra perfeitamente como tudo se encaixa. O veículo restaurado era um Tiger quase completo, que tinha tido uma curta carreira de combate e sofreu um pequeno dano, terminando nas mãos dos ingleses e enviado para a Inglaterra.

A única parte que faltava era o motor – mas não um problema para Bovington, que simplesmente conseguiu um em seu próprio estoque. Usando seu próprio centro de conservação e a experiência dos mecânicos de blindados do Exército Britânico, restaurar o Tiger de 56 toneladas não foi mais difícil do que trabalhar em tanques modernos, que são até mais pesados. Mesmo assim o projeto levou 6 anos pra ser completado.

O Maus é uma fera diferente. Com suas 188 toneladas, não se consegue simplesmente tirá-lo do lugar e desmontá-lo. Só a torre pesa quase tanto quanto um Tiger! Depois disso, ainda será necessário manufaturar novamente quase todos os componentes – ao contrário do Tiger, quase não existe documentação sobre o Maus ou sobre as ferramentas necessárias para construir um.

O motor original tem um projeto complexo, envolvendo um monstruoso DB603 V12 propelindo um gerador elétrico. O gerador perdeu-se na história e é improvável que um exemplar funcional do DB603 seja encontrado. Depois disso têm-se que pensar em tudo mais, incluindo o sistema elétrico, direção, rotação da torre – tudo que faz um tanque ser um tanque.

Este projeto ainda vai dar muito que falar. E a menos que outra empresa queira patrocinar a reconstrução de uma Companhia inteira do 502 Schwere Panzerabteilung, completa com clones de Otto Carius, duvido que haja mais surpreendente no mundo dos tanques.

Fonte: The Mittani, 12 de abril de 2014.

Fonte : http://www.saladeguerra.com.br/2014/05/acredite-se-quiser-o-maus-sera.html

Algumas imagens de época do inigualável Maus :








Para maiores informações sobre o tanque Maus (rato em alemão) :
http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://strangevehicles.greyfalcon.us/PANZERKAMPFWAGEN%2520VIII%2520MAUS.htm&prev=/search%3Fq%3Dmaus%2Bpanzer%26start%3D10%26sa%3DN%26es_sm%3D93%26biw%3D1024%26bih%3D677

As duas primeiras imagens do tanque Tiger originais e a última, reformado recentemente :







Vídeo-tributo ao tanque Tiger alemão que causava verdadeira fobia nas tropas russas e americanas :


Abraços

2 comentários:

  1. Como esse monstro se movia no ritmo frenético de uma guerra é um mistério do universo.

    Ao mesmo tempo é magnífico e depressivo ver essas super obras de destruição que o ser humano é capaz de criar e cria.

    Se todo o esforço e recurso de guerra fosse desviado ao progresso humano em todos os sentidos, estaríamos em outro estágio de desenvolvimento.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não chegou a operar. A produção foi cancelada, pois que afundava em quase todo tipo de terreno, não passava sobre as pontes e sua velocidade era de 13 km/h, alvo fácil. Além do absurdo consumo de combustível.

      Infelizmente foram nas guerras que aconteceram e acontecem os maiores avanços tecnológicos. Exemplo: internet. Mas bom seria se fosse diferente.

      "A necessidade que é a mãe da invenção." Platão.

      Abraços

      Excluir

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário."
George Orwell

"Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador."
Eduardo Galeano

Desejando, expresse o seu pensamento do assunto exposto no artigo.
Agressões, baixarias, trolls, haters e spam não serão publicados.

Seus comentários poderão levar algum tempo para aparecer e não serão necessariamente respondidos pelo blog.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

Agradecido pela compreensão e visita.