domingo, 12 de abril de 2015

Outra fábula judaica?

Foram os judeus realmente escravos no Egito ou é um mito?
Onde estão as provas reais - evidências arqueológicas, registros públicos e fontes primárias?



Eis uma questão para você: o que tem em comum o ator Charlton Heston, os estúdios de animação DreamWorks e o ex-Primeiro Ministro Menachem Begin? Bem, todos eles, uma vez ou outra, perpetuaram o mito de que os judeus construíram as pirâmides. E isto é um mito, não tenha dúvidas. Mesmo se tomarmos a data mais antiga possível para a escravidão judaica que a Bíblia sugere, os judeus foram escravizados no Egito cerca de 300 anos após a data de conclusão das pirâmides m 1750 a.C. Isto é, é claro, se eles mesmo foram escravos no Egito.

Somos tão rápidos em revelar as mentiras óbvias sobre judeus e Israel que são contadas no Egito - os governantes do Sinai afirmam que o Mossad liberou um tubarão no Mar Vermelho para matar os egípcios, ou, como eu li num jornal enquanto estava de férias no Cairo, o conto de que os judeus estavam vendendo fivelas de cinto magnéticas que esterilizaria os homens ao contato - ainda que muito raramente examinamos nossas próprias concepções errôneas sobre a natureza de nossa história com a nação egípcia.

Tendemos, no meio de nosso desprezo pelas teorias da conspiração egípcias e antissemitas (por que antissemita?), a passar batido no fato de que um dos maiores eventos do calendário judaico passado de geração em geração todo ano de como os egípcios eram nossos mestres cruéis de escravidão, numa ligação que provavelmente jamais existiu. Isto é realmente tão diferente das estórias do tubarão e do agente do Mossad?

A realidade é que não há evidência em qualquer lugar de que os judeus foram um dia escravizados no Egito. Sim, há a estória contida na própria Bíblia, mas aquilo não é nem remotamente uma fonte histórica admissível. Estou falando de prova real; evidência arqueológica, registros oficiais e fontes primárias. Destas, nada existe.

É difícil acreditar que 600.000 famílias (que significaria cerca de dois milhões de pessoas) cruzaram o Sinai inteiro (por 40 anos!) sem deixar um simples pote de barro (o melhor amigo do arqueólogo) com hebraico inscrito nele. É incrível que os registros egípcios não façam menção à emigração repentina do que seria aproximadamente 1/4 de sua população, nem mesmo uma evidência tenha sido encontrada dos efeitos esperados de tal êxodo; tais como crise econômica ou falta de mão de obra. Além disso, não há evidência em Israel que mostre um fluxo repentino de pessoas de outra cultura na época. Nenhum abandono da cerâmica tradicional foi visto, nenhum registro ou estória de uma oscilação na população.

De fato, não há absolutamente nenhuma evidência para sugerir que a estória é verdadeira assim como não há nada que apoie as teorias da conspiração e contos sobre os judeus.

Então, à medida que nos aproximamos da Páscoa de 2012 quando, graças à "Primavera Árabe", nossas relações com o Egito estão em baixa após 40 anos, deixe-nos apreciar nosso Sêder (leituras da Torá de acordo com o antigo ciclo trianual palestino) e ler a estória por todos os meios, mas também lembrar aqueles à mesa que podem esquecer que isto é apenas uma metáfora, e que não existe nenhuma animosidade entre israelitas e egípcios. Pois, se queremos estabelecer aquela paz ilusória com o Egito que tantos trabalharam tão duro para conseguir, teremos que abandonar nossos preconceitos. 

Josh Mintz está concluindo a licenciatura em Relações Internacionais e Estudos do Oriente Médio e é o diretor de comunicação do amigo a um soldado, uma ONG que incentiva o diálogo com os soldados da IDF.

Fonte: http://www.haaretz.com/jewish-world/were-jews-ever-really-slaves-in-egypt-or-is-passover-a-myth-1.420844

_____________________________________

Debunking Christianity (por que Cristianismo?! Esta estória de Êxodo é judeu e não cristão!!) - Coming This Fall, "The Exodus Conspiracy" - Dr. Lennart Moller resurrects Ron Wyatt's photograph of a gilded chariot wheel

          
Foto da famosa "roda da carruagem dourada" alegada ser do exército egípcio que perseguia os hebreus quando fugiam durante o Êxodo encontrada no fundo do Mar Vermelho que tinha se dividido é falsa.

Fonte: http://debunkingchristianity.blogspot.com.br/2008/05/coming-this-fall-exodus-conspiracy-dr.html

Abraços

27 comentários:

  1. Interessante também é que não existe nenhuma prova, nenhum registro da presença do "grande José" no Egito, exceto o 'confiabilíssimo' Velho Testamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem falar no cabeludo bombado do Sansão, que seria o primeiro homem-bomba que temos registro.

      Excluir
  2. Infelizmente esse Josh Mintz se atrapalhou...só faltou se cuspir. Que confusão mental! Deveria ler pelo menos um pouco das Escrituras para não humilhar o seu "diploma" dizendo bobagens.

    ResponderExcluir
  3. Heheh..é um livro que trata de tudo inclusive de fé. Sem fé não há salvação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fé em Jesus, não na Tanakh.
      ---------------------------------------------
      "Sob a liderança de um íntegro negro chamado Cinqué, eles se amotinaram e mataram o capitão e tripulação. Então, ignorante em navegação, eles tinham que confiar em um homem branco que haviam poupado para navegar o navio." (...) "O tribunal com uma maioria de sulistas, ficou tão impressionado com a eloquência do velho estadista que ordenou Cinqué e os outros negros serem libertados, e eles foram devolvidos à África. O epílogo irônico é que Cinqué, uma vez em casa, se colocou como um comerciante de escravos."

      Fonte: http://www.revisionisthistory.org/essay17.html

      Parece que teus judeus escravizavam outros judeus.
      -----------------------------------------------------------------
      O Holocausto negro

      Conforme publicou a revista Der Spiegel em 1998, “O comércio de escravos estava nas mãos de judeus”. Uma nova faceta das relações históricas entre negros e judeus.

      “Três rolos de fumo bastavam para pagar um negro forçudo”

      Fonte: http://radioislam.org/islam/portugues/poder/holo_negro.htm
      -----------------------------------------------------------------
      É necessário a leitura dos livros "Os Magnatas do Tráfico Negreiro" de José Gonçalves Salvador,
      "The Secret Relationship Between Blacks and Jews" da Historical Research Department of the Nation of Islam,
      "The Untold Story of White Slavery" de Thomas Jackson, entre muitos outros.

      O que se divulga sobre a escravidão negra tanto no Brasil como no mundo não está correta.
      -----------------------------------------------------------------
      Veja também:
      http://pt.metapedia.org/wiki/Escravid%C3%A3o#cite_note-fonte-2,

      http://www.jewwatch.com/jew-atrocities-slaves-jewish-spielberg'-falsehoods-in-Amistad.html

      https://www.youtube.com/watch?v=UJYp6vcoAZ4

      Excluir
  4. Esta reportagem tem "cheiro" de ateísmo. Ele relaciona os fatos bíblicos como "estória". Atinge de cheio a nossa fé na salvação. Ele relaciona os hebreus negros de outrora com os farsantes judeus brancos contemporâneos. Moisés era negro. Se não fosse não seria aceito como adotivo do faraó. Os egípcios eram negros conforme todos os desenhos manifestados em suas artes. Certo? Ele defende que tem que ter um pote de barro com inscrições em hebraico de um povo que comia maná diariamente e dependia de que outros lhe falassem o que tinham que fazer pois obviamente o único que tinha cultura de escrever era Moisés. Se Josh tivesse sido orientado pelas Escrituras ele chegaria ao resultado positivo conforme o site: http://www.arqueologiadabiblia.com/2010/02/as-provas-do-exodo.html
    Quanto a escravidão no Egito, dos hebreus negros, é descrito nas maldições de Dt 28 depois de Êxodo e antes de entrarem na terra prometida. Essa escravidão aconteceu e está descrita em nossos livros de história do Brasil. Sabias que somos o Egito? Vieram para cá trazidos pelos judeus farsantes. Leia Gustavo Barroso. Eu entendo que não te destes conta ao postar matéria antagônica a tua fé "cristã". Poderia dizer mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia este artigo muito interessante:

      "A primeira mentira judaica: A fabricação do Antigo Testamento que os israelitas eram escravos no Egito.

      Tradutores judeus corruptos.

      No século 2 aC, a parte hebraica da Bíblia foi traduzida do aramaico para o grego na lendário Biblioteca de Alexandria. Setenta escribas judeus, daí a designação da Bíblia Septuaginta, foram distribuídos nesta tarefa por Ptolomeus em que astuciosamente substituiu este obscuro líder tribal Faraó com o poderoso Egito e seu rei. A versão grega, com essa distorção maliciosa da história antiga, tem sido a fonte de todas as traduções da Bíblia em todo o mundo desde então.

      A decepção Septaguinta tinha sido o resultado de um vínculo greco-judaica muito semelhante ao hoje em dia "um americano-israelense. (Controlar e manipular superpotências do mundo - antigo e moderno - é obviamente uma proficiência judaica velho também demonstrável no antigo arranjo judaico / persa que levou à libertação de cativeiro babilônico e da cumplicidade com o Império Romano para controlar e conter o cristianismo.)"

      http://www.darkmoon.me/2015/the-first-jewish-lie-the-old-testament-fabrication-that-the-israelites-were-slaves-in-egypt/

      E ainda https://realismoracial.wordpress.com/
      ------------------------
      Repito: minha fé está em Jesus e não em judeus pretos, brancos, roxos, azuis ...

      Excluir
    2. Não estás errado conheço a história. Houve um acerto com os gregos de não colocar os nome verdadeiros por ocasião da tradução. Foi um prato cheio para os gregos idólatras. Yah passou a ser chamado de Deus em homenagem a zeus, zeus também foi adaptado o nome do Filho Yahúshua para Iezu, depois Iesus, depois com o advento do som jota, para Jesus. Este último foi nome já veio na tradução do padre Judeu português - João Ferreira de Almeida. A palavra Theos foi adaptada para a maioria dos nomes hebraicos ex; Matheos. Em nenhum outro nome há salvação a não ser Yahúshua.
      Portanto não tem cor de home que influa nisto. Mas se você quiser entender as Escrituras tem que separar na tua cabeça Povo Hebreu de um zé povinho do diabo chamado Judeu. Vai ficar beeem mais fácil discernir toda essa confusão babilônica.

      Quanto filme documentário já vi umas 3 ou 4 vezes. É muito bom. São os últimos hebreus sendo escravizados e libertados. No final os escravagistas saem como heróis explodindo o forte de concentração na costa Africana.

      Excluir
  5. A escritura sempre foi uma. Os testamentos são dois. Todos os heróis como Avram, Isaque, Jacó, David, etc. viviam a lei mas foram salvos com fé no Salvador Yahúshua no madeiro. Até a ressurreição do Salvador foi vivido o Tanakh. Ele era citado por Paulo e os outros apóstolos. Nunca foi desprezado como aprendizado. Em apocalipse é profetizado que quem acrescentar ou diminuir será amaldiçoado. ...

    ResponderExcluir
  6. Esses farsantes judeus fazem de tudo para provar que são os autênticos Hebreus negros...é de rir. Todo o hebreu era obrigado a colocar o Nome do Criador Yah junto ao seu nome. O Benjamin colocou no seu nome NetanYahu para iludir quem já está se dando conta! É desespero.

    ResponderExcluir
  7. sim...eu não sei o que eu tenho responder primeiro...tá um bombardeio tipo Dreden...hehehe (brincadeira de mau gosto)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bjarni Herjólfsson - O primeiro europeu (viking) a colocar os olhos sobre as Américas [986 dC]
      http://thelastdiadoch.tumblr.com/post/112370748902/bjarni-herjolfsson-the-first-known-european-to-set

      Bacana, meus antepassados .. rs

      Excluir
  8. Cobalto!
    Tem coisas que tens que assimilar referente a negro escravizar negro, na África. Noé teve 3 filhos. C A N, S E M e J A F É. Os dois primeiros eram negros. Can foi amaldiçoado por ter zombado do pai embriagado... certo? Ele iria ser escravo dos seus dois irmãos (descendência). SEM, não foi amaldiçoado com exceção da descendência de Jacó como foi descrito em Dt 28. em exatamente 400 ano, nem mais nem menos, no "Egito" das Américas, Quando o Salvador Yahúshua, foi emadeirado no calvário, haviam apenas duas tribos vivendo na terra deles, Yahudá e BenYahmin (Judá e Benjamin). Representantes destas duas tribos exclamaram que se Este homem fosse inocente que recaísse sobre eles o sangue. Estas duas tribos tiveram uma escravidão maior e o sofrimento semelhante ao do Salvador no madeiro. Faz parte da nossa história do Brasil, com desenhos ilustrativos vermos os negros apanhando e morrendo no madeiro chamado "pelourinho" até 1888. Foi do mesmo jeito do Salvador. Nunca foi em cruz de templário.
    Quanto aos negros escravizando outros negros, visto no África, é um processo de maldição referente ao negro CAN. As profecias estão todas certas. Vai ter hebreu escravizando Canita. É justo? ...fica à critério.
    Quando que algum "judeu" branco farsante, Jafetista, foi escravizado? Pelo que eu saiba ...Nunca.
    A estória desse zé povinho é toda falsa. Nunca foram o povo eleito. Eles são o povo do príncipe que há de vir descrito por Paulo. Se tiveres o coração aberto um dia tu vais assimilar esta história e vais ter um "baita" entendimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então o ministro do Supremo, o sr. Joaquim Barbosa é judeu? E o outro ministro Luiz Fux não é?

      Excluir
    2. "Quanto aos negros escravizando outros negros, visto no África, é um processo de maldição referente ao negro CAN. As profecias estão todas certas. Vai ter hebreu escravizando Canita. É justo? ...fica à critério."

      Celso Fantasioso, isso tudo é para não admitir que os negros já se escravizavam e se matavam entre eles antes mesmo que os brancos?

      Se isso é maldição, bíblico, ou seja lá o que for, não me interessa. O que importa aqui é que você admitiu, mesmo que indiretamente, que os brancos não são os algozes do tal "povo eleito", segundo você.

      Isso fortalece cada vez mais de como a tal bíblia é um livro anti-branco e muito, muito racista e preconceituoso com a raça branca.

      Os patriarcas do Antigo Testamento em matéria de perseguições e assassinatos são muito piores do que os papas da Igreja Romana.

      Excluir
  9. heheh..O Joaquim provavelmente sim. O problema é que ele está bem sucedido para ser identificado como Hebreu. Pode ser um simples semita fora da linhagem de Jacó. Fiux tá na "cara" é um farsante judeu sionista. Esses judeus farsantes já eram identificados conforme Ap 3:9 Obrigarei todos os que sustentam a causa de ha-satán, que se consideram YAOHÚdim (judeu)
    e não o são - são mentirosos - a baixarem-se a teus pés e a reconhecerem que é a ti que eu amo.) hehehe... esses caras sustentam a causa de Satanás.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. "Die Rothschilds Aktien auf Waterloo" de 1940 legendado:

    https://www.youtube.com/watch?v=7WkSEsdoYeU

    Preparem a pipoca.

    ResponderExcluir
  11. Cobalto!
    O filme terei que ver à noite... é longo. Mas foi um grande jogada satânica dos Rothschilds, na bolsa inglesa, para o começo da escravidão econômica mundial.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Helium Vola é uma banda alemã "electro-medieval" fundada em 2001 por Ernst Horn, que também foi um dos membros fundadores da Qntal. No contrato com Chrom Records insistiu que a Helium Vola não seria vista como uma sucessora de Qntal nem sendo comercializada como tal. O nome da banda é Latina significado "Fly, Hélio" - uma referência ao nobre gás hélio usado para encher balões. A Helium Vola interpreta letras medievais em alto alemão antigo, alto alemão médio, latim, provençal e língua francesa média em formato de som eletrônico. Desse modo canções dançantes como "In Lichter Farbe Steht Der Wald", bem como peças que são fortemente baseadas em amostras (por exemplo, "Funerali" e "Iuvenes" na Helium Vola) são criados. Vocalista principal do projeto é Sabine Lutzenberger, embora o projeto utilizou uma série de cantores e músicos convidados.

    https://www.youtube.com/watch?v=NIOcW5UGnjQ

    https://www.youtube.com/watch?v=zcz7a8IQW78

    https://www.youtube.com/watch?v=cR7GfUdupnI

    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Só falta saber se a pedra onde esta os 10 mandamentos, foi Deus que escreveu, ou se não passa de uma outra farsa judaica!

    Não sei se isso soou mal para alguém, rsrs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.ihr.org/jhr/v12/v12p167_Webera.html

      Excluir

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário."
George Orwell

"Até que os leões tenham seus próprios historiadores, as histórias de caçadas continuarão glorificando o caçador."
Eduardo Galeano

Desejando, expresse o seu pensamento do assunto exposto no artigo.
Agressões, baixarias, trolls, haters e spam não serão publicados.

Seus comentários poderão levar algum tempo para aparecer e não serão necessariamente respondidos pelo blog.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

Agradecido pela compreensão e visita.